Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

A mulher moderna peca pela falta de educação. Por oposição, a mulher “do antigamente” é dócil, nunca responde torto, acata o que lhe dizem, gosta de servir o outro e fá-lo com um sorriso nos lábios. Não tem vontade própria e não incomoda com as suas necessidades. Jamais discorda do que está a ser dito e, na maior parte das vezes, não chega sequer a emitir uma opinião. Esta mulher está em vias de extinção e isso trouxe consequências para a sociedade em que vivemos.

 

O descontentamento de algumas facções é visível. Ouve-se muito por aí “o mundo está perdido!” em tom de desabafo ou crítica. Tendencialmente, esta lamúria é dedicada aos jovens ou às mulheres. Os jovens não respeitam os mais velhos e usam calças rasgadas ou no fundo das nádegas (não sei como conseguem, a propósito). As mulheres perderam o respeito pelo próximo, usam roupa atrevida, vão para a cama com quem querem, fumam e bebem como os homens… Nada que o regresso de Salazar do mundo dos mortos e das assombrações não resolvesse, sugerem algumas pessoas que não se sentem confortáveis com o curso dos acontecimentos.

 

Devo confessar que simpatizo com a liberdade e libertinagem da mulher moderna. No entanto, podemos fazer umupgrade desta versão e lançar a mulher moderna 1.2, mais polida e altruísta. O primeiro passo no sentido de um mundo melhor é muito simples. Basta seguir o exemplo dos cavalheiros, essa espécie de homem extremamente bem-educado e atencioso. Eu, sempre que posso, tento fazê-lo.

 

Vou concretizar esta ideia com uma lista de cinco regras simples que, a serem cumpridas, podem transformar qualquer mulher moderna numa verdadeira dama. Basta, como verão, pensar no cavalheiro, mais cavalheiro que conheçam, e reproduzir os seus exemplares comportamentos.

 

Regra nº 1: Abrir a porta do carro para o homem poder entrar, poupando-o a esse esforço braçal. Isto aplica-se mesmo que seja ele a conduzir.

 

Regra nº 2: Escolher e provar o vinho no restaurante, retirando essa responsabilidade dos demais convivas.

 

Regra nº 3: Deixar o homem passar à frente para entrar no elevador primeiro, independentemente da ordem de chegada, mostrando-lhe assim respeito (não vale olhar para o rabo, pois é coisa que um cavalheiro jamais ousaria fazer).

 

Regra nº 4: Puxar a cadeira para o homem se sentar confortavelmente, poupando-o, uma vez mais, ao esforço braçal de ser ele a arrastá-la (para criar músculo existem os ginásios, não é?).

 

Regra nº 5: Oferecer um ramo de flores a um homem especial, no aniversário ou noutra data a assinalar. Preferencialmente o ramo deve ser entregue no local de trabalho para que todos possam testemunhar o gesto e o apreço nutrido pelo homem em questão.

 

Eu tento seguir estas regras no meu dia-a-dia e posso dizer-vos que é muito reconfortante e divertido. A reacção da maior parte dos homens é de surpresa. Alguns oferecem resistência, mas no fundo ninguém consegue resistir a uma mulher moderna bem-educada. Não se preocupem com as reacções de estranheza que possam receber, com o tempo as pessoas habituam-se à boa educação.

 

Fico a aguardar o feedback das vossas experiências.

 

*Publicado em MariaCapaz

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Amaro a 23.04.2015 às 10:39

Estou a adorar descobrir este blog!
Em relação às boas maneiras da mulher milenial:
https://youtu.be/QZ3AoTo9GHo
Imagem de perfil

De super mulher a 23.04.2015 às 19:44

Muito obrigada Ana pelo teu simpático comentário! :)

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728